segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Meu querido mês de Agosto, lalalalalalalalala...

Ainda agora te vais embora e já eu tenho saudades tuas.
Obrigada pelas gargalhadas divertidas que me arrancaste, pela música foleira que só na tua companhia consigo suportar, pelos dias de praia em que deixaste o sol acariciar a minha pele... Obrigada pelas noites em que me fizeste tão feliz, pelo calor com que me aqueceste, e por aquelas duas semanas de férias que partilhámos, tu e eu.
Depois de ti outros passarão pela minha vida, mas por mais que eu me tente enganar, sei perfeitamente que nenhum te vai chegar sequer aos calcanhares. És único!
Cá te espero para o ano que vem, meu querido mês de Agosto, de braços abertos. Já estou em contagem decrescente para o nosso reencontro!

Sempre tua,

Cinderela

A Lei de Murphy na manicure

Quando uma unha fica mal pintada à primeira tentativa, ela vai acabar por nunca ficar perfeita, por muitas vezes que retiremos o verniz e a voltemos a pintar.

É daqueles factos inexplicáveis, mas está cientificamente provado que funciona assim.
A propósito, hoje o meu é um rosa-shock lindo que só ele mesmo, o Andreia n.º 82 (vencido o preconceito inicial, admito que esta marca até tem cores bem giras com uma qualidade bastante razoável).

domingo, 30 de agosto de 2009

sábado, 29 de agosto de 2009

Da felicidade

O que preciso para ser feliz? Não muito mais do que não ter preocupações, saber que todos os que amo estão bem e de um dia como o de hoje, de sol e com o termómetro a rondar os 30ºC. Se houver passeio, música e gargalhadas, tanto melhor.

Se vos parece pouco, considerem-se com sorte: é porque nunca na vida se confrontaram com verdadeiros problemas. Só quem já passou por eles sabe que a felicidade é feita destes pequenos nadas, dos pormenores que normalmente nos passam despercebidos.

Fresh & Flash (ou as crónicas de quem já tinha idade para ter juízo e ainda acredita no Pai Natal)

Há uns dias atrás, desesperada com os 2,5 kg que ganhei e não consigo perder, decidi experimentar um daqueles produtos de emagrecer. Vi o anúncio em várias revistas e parecia perfeito para mim, uma vez que prometia fazer desaparecer 3 kg numa semana. Era assim uma espécie de pontapé de saída para uma dieta mais a sério. E como eu nem sequer precisava de jogar o primeiro tempo, seria o ideal!
O produto em causa é o Fresh & Flash, da XL-S, cuja acção passa pela queima das gorduras e pela eliminação de líquidos, apresentando-se sob a forma de 7 pequenos iogurtes (estilo Actimel) para tomar todos os dias, em jejum.


No primeiro dia, achei que não seria capaz de continuar o programa, tal o seu mau sabor. Fiz aquela cara que fazia em criança, quando tinha de tomar xarope, soltei interjeições de nojo, que muito divertiram a malta cá de casa, e só a muito custo o consegui beber todo. Durante o resto do dia, tive uma sensação de calor pelo esófago abaixo, e volta e meia aquele sabor asqueroso vinha-me à boca.
No dia seguinte adoptei nova estratégia: bebê-lo de penálti, com se de um shot se tratasse, mas com o nariz tapado. E assim foi. A grande vantagem é que conseguia ser tão rápida que quando começava a sentir o sabor, já o tinha ingerido por completo.
Com um heróico espírito de sacrifício lá aguentei os 7 dias. E digo heróico porque, se ao menos fosse vendo resultados, talvez me custasse menos; agora ter de beber aquela mistela sem receber qualquer tipo de feedback positivo por parte da balança, foi dose, mesmo!

Terminei a tortura há 3 dias atrás. Resultados? Estou absolutamente na mesma. O único sítio em que fiquei mais magra foi na conta bancária, com a subtracção dos €20 que o Fresh & Flash custou. Devo acrescentar que durante o tratamento até tive cuidado com a alimentação, não cometi excessos de nenhuma ordem, e que a minha irmã, que decidiu acompanhar-me nesta aventura mesmo sem precisar, também não perdeu nem um grama.

Moral da estória: não há milagres. Quando se quer emagrecer a solução passa sempre por manter a boca fechada e suar as estopinhas a praticar exercício físico. E todos aqueles produtos que nos tentam seduzir com a promessa de um corpo à Gisele Bündchen sem esforço são uma fraude. E eu sou uma tola por ainda ir na cantiga!

Blame the popcorn

Quem tem um dentinho novinho em folha, quem é? Ah pois é, bebé!
Finalmente já me posso voltar a rir com ambos os lados da boca. E esta dentista nova é fantástica e diz coisas tão giras como "gravity is a bitch" durante as consultas.
Contas feitas, o Brüno ficou-me em €171 (dois bilhetes e três sessões de tratamento para desvitalização e reconstrução do dente). As pipocas assassinas não entram nas contas porque foram oferta da mana.
Ficou cara, aquela noite, não haja dúvidas!

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Anti-convencional

Hoje, tenho vontade de cheirar as cores, de provar as texturas e ouvir os cheiros. Apetece-me ver os sons e tocar os sabores.
Quero combinar as calças rosa com o top vermelho, dormir todo o dia e ficar acordada a noite toda; comer primeiro a sobremesa e deixar a sopa para o fim, para quando já estiver cheia e não me couber mais nada no estômago.
Apetece-me gastar as minhas poupanças em pastilhas elásticas de melão e morango, beber coca-cola na flute do champagne. Sinto vontade de marcar um número ao calhas e dizer à pessoa que atender do outro lado que a vida é curta de mais para isso, tocar às campainhas e fugir, deixar mensagens de amor nas caixas do correio.
Quero sair à rua de bisnaga e molhar quem passa, ler um livro começando pela última página; passear pelas ruas desta cidade de megafone em punho a anunciar que dou abraços a quem precisar.
Tenho vontade de entrar num chafariz vestida com equipamento de mergulho, de largar tudo e ir para Nova Iorque, levando nos bolsos apenas as pastilhas elásticas de melão e um galo de Barcelos.
Apetece-me desenhar bigodes nas fotos dos porta-retratos lá de casa e colocar balões com falas cómicas a sair das suas bocas; escrever poemas a batom vermelho no espelho do elevador e faltar ao trabalho para ver desenhos animados.
Gostava de cumprimentar as pessoas com 7 beijos na ponta do nariz, de desenhar corações, trevos de quatro folhas e arco-íris em notas de €500; montar um palco na varanda do quarto e dar um show a cantar as músicas da Floribella....

Afinal de contas, as regras são para quebrar e os riscos para pisar!

E vocês, há quanto tempo não desafiam as convenções?

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Daqui tudo na mesma

Continuo desdentada. A cabra da dentista odeia-me e não tem pingo de profissionalismo: desta vez não me deu anestesia, porque, supostamente, o dente já estaria desvitalizado e eu já não sentiria dor. O tanas! Doeu que se fartou. E ainda por cima me queimou o lábio, com aqueles instrumentos quentes de moldar a massa dentária. Isto já para não falar dos 5 minutos e que me abandonou ali, de aspirador na boca, e foi tratar de outros assuntos.


Voltei para casa com um remendo novo no dente e a continuar a não poder rir abertamente. Daqui a uma semana volto lá, mas já requisitei outra dentista. Uma que saiba o que faz, que tenha brio no seu trabalho. E que não me trate por tu, já agora.

És tão boua, és tão boua!

Para a minha loura, boua cumó milho, a música que mais cantamos depois de nos embonecarmos todas para sair:


"Eu amo você!"

Amarguras da vida adulta

"Being an adult? Totally overrated. I mean seriously, don't be fooled by all the hot shoes and the great sex and the no parents anywhere telling you what to do. Adulthood is responsibility. Responsibility, it really does suck. Really, really sucks. Adults have to be in places and do things and earn a living and pay the rent."
Meredith Grey

É assim que me sinto após ter pago €494 à Segurança Social e €115,06 às Finanças, de Imposto de Circulação do carro.
Era tão bom acabar as frequências e ter mais de dois meses de férias, ter os pais a pagar tudo, viver num mundo sem obrigações fiscais de espécie alguma, sem contribuições para uma Segurança Social que muito dificilmente sobreviverá até à minha idade da reforma...

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Teoria da Relatividade para totós

Ontem escrevia-vos sobre o desconforto de ter a boca aberta no dentista; hoje fui fazer o Papanicolau* (mas sobre isso, prefiro não vos escrever).

Como vêem, é tudo uma questão de perspectiva.


*Exame ginecológico de citologia cervical.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Brüno (ou há dias de manhã que nem de tarde se deve comer pipocas à noite)

Finalmente ontem fui ver o Brüno. Não gostei, achei o filme sem conteúdo, ofensivo para os homossexuais. O Borat tinha alguma piada, o Brüno é parvo, apenas.


E como se pagar o bilhete para ver uma porcaria destas não fosse mau o suficiente, ainda tinha de partir um dente, a comer pipocas. Mas não foi assim lascar um cantinho. Não! Parti cerca de metade do segundo pré-molar superior, do lado esquerdo. Ora para quem não está bem a visualisar a extensão do meu azar, basta que saibam que se trata de um dente bastante à frente, que se vê perfeitamente ao falar e ao sorrir.

A primeira coisa que fiz hoje foi ligar para a clínica dentária. Quase chorei ao telefone, a suplicar por uma vaga. Resultado: tiveram pena de mim e lá me encaixaram na agenda, sendo que estive ali uma hora de boca aberta, com a desvitalização do "amputado" decorrer. A dentista retirou a cárie e pôs-me uma massa provisória, mas ainda assim continua a notar-se perfeitamente que só tenho 50% do dente. Sexta-feira volto lá, para dar continuidade ao tratamento, e espero que a reconstrução já venha a ter início. É que agora que finalmente tenho motivos para sorrir, é muito mau não o poder fazer por causa de um dente.
Ele há coisas que só me acontecem a mim...!

sábado, 15 de agosto de 2009

Quinze a zero

É por sketchs destes que eu vou sempre achar que Os Contemporâneos dão uma abada aos Gato Fedorento.

À procura de um novo significado para os meus dias

E agora que o antibiótico para a infecção no dentinho já terminou, que raio é que eu vou fazer todos os dias, às 9 da manhã e às 9 da noite? Como é que eu vou ocupar estes dois momentos do meu quotidiano?
Sinto-me descaracterizada, uma parte da minha identidade perdeu-se. Vou só ali fazer o luto e já venho.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Podia habituar-me a isto

As noites têm sido... De Verão!
Calor, daquele calor-que-dá-para-ficar-de-top-sem-casaco-até-à-uma-da-manhã, coisa raríssima aqui na zona da Invicta e, principalmente, nas esplanadas à beira-rio; colas e 7up's, sorrisos, conversas, música, carro com as janelas todas abertas e a cabeça de fora a gritar "Aqui vou ser feliiiiiiiiiz!"....
Claro que vais, minha querida, se há alguém que merece ser feliz, esse alguém és tu!

Ah, como a vida é fácil em noites assim...!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Maria Choc

Chamam-se assim as responsáveis pelos 2,5 kg que eu não consigo perder, são umas bolachas Maria, da Triunfo, mas de chocolate.
São deliciosas e altamente viciantes. Por isso, se ainda não as provaram, mantenham-nas à distância. Quem avisa, amiga é.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

You make me sick

Demasiado tempo livre entre mãos dá nisto: fui cuscar os hi5's alheios e constatei que toda a gente que eu conheço ou já casou, ou está para casar, ou tem um namoro daqueles cheios de mel e gosma. Até mesmo aqueles trambolhos, que eu podia jurar a pés juntos que nunca ninguém lhes iria pegar, estão com a data marcada!
Olhe para onde olhar, só vejo casalinhos in love, e coraçõezinhos, e lamechices, e declarações de amor tornadas públicas no messenger, no hi5 e no twitter.

Odeio-vos a todos! Odeio, odeio, odeio!

O meu homem de sonho

Cabelo Pantene
sorriso Pepsodent
e corpinho Danone.


Sim, eu quero os patrocínios todos!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Dear Santa #6

Porque, de vez em quando, toda a gente precisa de uma orientação para encontrar o caminho certo:


GPS TomTom One White Pearl

O verdadeiro GPS de gaja: branquinho, às flores, numa bolsa muito elegante e com os mapas de 42 países da Europa. Para chegar sempre ao meu destino, mas, principalmente, para encontrar sempre o caminho de volta a casa.
E hoje não preciso de fazer o meu olhar à Gato das Botas no Shrek, a pedinchar. Não, este já cá canta! (Com o patrocínio da Mãe e da Mana.)

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

E o melhor ainda está para vir!


A Cinderela fez 26 aninhos por estes dias de Agosto.
A sensação de já ter passado os 25 não é das melhores, mas estou feliz por ter superado todos os acidentes de percurso que as minhas bodas de prata me trouxeram.
No último ano passei por situações que não desejo a ninguém, mas sinto-me vitoriosa por ter resistido a todas elas, por ter ido buscar forças nem eu sei bem onde e ter conseguido que estas experiências me tornassem uma pessoa melhor, mais humana. Sei que é um cliché dizê-lo, mas a verdade é que recebi um monte de limões amargos e soube com eles fazer uma bela limonada!
Não sei o que o futuro me reserva daqui para a frente, mas gosto da sensação de ter a vida como um caderno em branco, cheio de páginas por escrever.

E, afinal de contas, a minha estória ainda só vai agora no início!

sábado, 1 de agosto de 2009

Ganhei o Euromilhões!!!

Ou, pelo menos, sinto-me como se o tivesse ganho:

A biopsia da minha Mãe não revelou qualquer indício de malignidade!

Foi a melhor notícia que poderia ter recebido! Estou radiante, não caibo em mim de contente!
Quando saímos do consultório, em plena sala de espera, agarrei-me a ela, aos beijos e abraços, entre sorrisos e lágrimas de alívio. Só depois percebi que posso ter sido um pouco inconveniente e insensível, porque, certamente, muitas daquelas pessoas que presenciaram a minha euforia não tiveram a sorte de abandonar o IPO com boas notícias, mas naquele momento a felicidade era tanta que não me contive.
Agora basta ir fazendo exames com frequência, para garantir que o nódulo não sofre alterações.
Finalmente posso voltar a dormir descansada, posso voltar a pensar nas férias e naquelas futilidades todas que ocupam a mente de quem não tem preocupações de maior...!

Tenho em mim todos os sorrisos do mundo!