sábado, 29 de maio de 2010

Antes sem pipocas, que mal acompanhada

Era suposto irmos ao cinema ver o Robin Hood, eu e a minha irmã, mas os efeitos secundários da bomba de ontem dizem-me que o melhor mesmo é ficar em casa, a descansar.

E é nestes momentos que sinto falta de ter alguém como ele, alguém que não se importasse de ir buscar um balde de pipocas, de o trazer a minha casa e de ficar aqui comigo, em silêncio, a ver um filme em DVD. Mas depois penso que alguém como ele até podia fazer isso tudo, mas certamente faria também o mesmo que ele fez assim que surgissem os problemas a sério. Não, definitivamente abdico de bom grado das pipocas ao domicílio, se nunca mais tiver de passar pelo mesmo.

5 comentários:

Neni disse...

Este homem é, sem dúvida, um coninhas. Ninguém precisa de um coninhas!

Anónimo disse...

Alguém como ele não merece alguém como tu. (:

Muitos beijinhos!

Rita Lopes disse...

Unmdia vai haver quem vá comprar as pipocas à china se for preciso , seja o momento bom ou mau!

Poetic GIRL disse...

Desculpa mas ele nem de homem pode ser apelidado, por isso faz como eu, ser adepta do mais vale só do que mal acompanhada... :) se estivesse mais perto de ti levava-te as pipocas de bom grado, sou boa companhia para ver filmes! bjs

sonhosdeumarapariga disse...

Bem sei o que é sentir isso...
Um dia há-de aparecer alguém que valha a pena!