terça-feira, 28 de setembro de 2010

Sou mais feliz assim

Preciso muito de acreditar que a rapariga que eu hoje vi no metro com uma sweatshirt a dizer BlowJobs (em letras garrafais) não percebe nada de inglês.

domingo, 26 de setembro de 2010

Sou tãoooooo info-incluída!

Vai-se a ver, e afinal até tenho uma conta no Twitter, criada há quase um ano e meio atrás, num dia em que baixou em mim a curiosidade e quis ver como é que aquilo funcionava.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Memorando

Acender sempre as luzes, independentemente de estarmos certos de já conhecer de cor o trajecto quarto-cozinha. Nunca se sabe quando é que a nossa mãe se vai lembrar de mudar a disposição dos móveis, e pernas cheias de nódoas negras é coisa que não fica bem a toda a gente.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Leis de Murphy e telecomunicações

- Fico sempre sem bateria nos momentos em que mais preciso do telemóvel.
- Quando trago o carregador comigo, por muito fraca que a bateria esteja, ela acaba sempre por se aguentar; se há um dia em que deixo o carregador em casa, o telemóvel desliga-se de repente, sem sequer dar sinal de low bat.
- Se alguma vez me esquecer de bloquear o telemóvel (coisa raríssima) e ele desatar a fazer chamadas para o último número marcado, esse último número há-de sempre pertencer a um contacto profissional (nunca a um familiar ou a um amigo próximo).
- Posso passar o dia a ter conversas muito interessantes, mas no momento em que o telemóvel ganhar vida própria e ligar para os tais contactos profissionais, vou estar inevitavelmente a proferir um chorrilho de disparates (inteiramente perceptíveis para quem está do outro lado, diga-se de passagem).

Pós-férias e sem feriados

É de mim, ou este mês de Setembro é enoooooooooorme?

domingo, 19 de setembro de 2010

Love my Wii

Lesionei-me a jogar ténis. Suspeito de uma ruptura de ligamentos provocada pela falta de aquecimento. E esta até tinha potencial para ser uma lesão com algum glamour, Maria Sharapova style, não fosse dar-se o caso de o jogo de ténis ter tido lugar na sala cá de casa, e de na altura eu envergar um pijama aos bonecos e ainda ter na cara as marcas da almofada.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Dear Santa #18

Porque o Outono está já aí a chegar, era um destes shearling aviator jacket, tipo os da colecção da Burberry Prorsum, se faz favor*!



Repara que eu disse tipo os da Burberry Prorsum, o que significa que estou disposta a receber um de outra marca qualquer, desde que seja giro e me fique bem.

*Tem é de ser o modelo aviator, nada de confusões com o biker, ah?

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Dias de 48 horas

Ao fim de muitas horas perdidas no Google Agenda a tentar reorganizar os meus compromissos, a conclusão a que chego é a de que é impossível conciliar tudo. Não há ginástica nem criatividade que me valham no meio de tantas sobreposições. Ou me concedem rapidamente poderes de omnipresença, ou alguma coisa vai mesmo ter de ficar para trás.


Hoje é dia de festa

Duas pessoas que me são muito queridas fazem anos hoje. Uma delas recebeu mensagem logo à meia-noite e vai já receber telefonema para combinarmos os festejos (vários dias, gipsy style); a outra ainda não recebeu nada da minha parte. Diz que lá no Céu não usam telemóveis...

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Just for the record

Se hoje alguém achar que estou com cara de que todos me devem e ninguém me paga, fiquem a saber que até é verdade.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Uma espécie de dom

Se dar nomes a animais fosse uma profissão, eu seria a profissional mais requisitada na área.

Víboras, serpentes, cascavéis & Cia. Lda.

Trabalho num ninho de cobras. E não adianta limitar-me a fazer o meu trabalho e ignorá-las, que elas arranjam sempre forma de me vir desinquietar ao meu cantinho.
Primeiro tinha pena delas, achava que para destilarem tanto veneno e serem tão mesquinhas e invejosas, é porque deviam ser pessoas muito infelizes; agora continuo a achar que são infelizes, mas já me aprontaram tantas, que deixei de conseguir sentir pena.

Bem, pelo menos um projecto já tenho: arranjar um emprego com melhores colegas (ou pelo menos um onde o salário compense o facto de ter de aturar gente assim). É que parecendo que não, já travo todos os dias batalhas suficientes, daquelas mesmo importantes, pelo que não me posso dar ao luxo de gastar as minhas preciosas energias em guerrilhas ridículas, que devem ser a única fonte de alegria de gentinha incompetente e mal formada.

sábado, 11 de setembro de 2010

cheiodespeed@xyz.com

Endereços de e-mail do tipo eurico-rapido@xpto.pt (ou quaisquer outros que façam alusão a velocidade) deixam-me invariavelmente a pensar que o proprietário ou é um Obikwelu em potência, ou sofre de ejaculação prematura.
Vá-se lá saber porquê, a segunda hipótese é quase sempre a que ganha mais consistência na minha mente.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Planos precisam-se

Agora criaram-me (criei?) a ilusão de que a maré de má sorte vai acabar em breve e de que é hora de voltar a pensar a longo prazo, a ter projectos e sonhos. E eu sinto-me um bocadinho perdida, desorientada, sem saber bem por onde começar.  Se por um lado ainda tenho receio de que haja por aí mais alguma bomba com o meu nome escrito, por outro sei que a minha vida já ficou em pause durante demasiado tempo e que tenho de começar seriamente a pensar em carregar no play.
O problema é que estas coisas nos mudam, e se há dois anos atrás eu sabia exactamente o que queria, hoje apenas sei o que não quero. Avizinha-se uma forte crise existencial...



The Masterplan, Oasis

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

O normal

Há dias em que vejo que não vale mesmo a pena. Uma pessoa esforça-se, faz das tripas coração, dá o seu melhor (dadas as circunstâncias) e o retorno que recebe é este. Estou triste, magoada e desiludida. Nada de novo, portanto.

O real amor



Will you still need me, will you still feed me when I'm sixty four*?

The Beatles (vénia com a testa quase a tocar no chão)

* A música mais fofa de sempre. Duvido que haja alguém não a conheça, mas se for o caso, não podem deixar de aproveitar a dica.

Lady of the Rings

Percebi hoje que nos últimos tempos ganhei o hábito deveras irritante de estar sempre a tirar e a pôr os anéis nos dedos. Se não tiver as mãos ocupadas, não faço outra coisa. Isto é o quão inquieta e ansiosa eu ando.

domingo, 5 de setembro de 2010

sábado, 4 de setembro de 2010

Dear Santa #17

Como é que eu nunca tinha reparado nestas colecções de relógios da Adidas? Era um de cada modelo, se faz favor!


Peachtree



Candy



Taipei

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

É uma alegria

Estou a orientar um trabalho de pós-graduação de uma aluna que não faz a mínima ideia do que é um artigo científico (e muito menos de como escrever um) mas que fica extremamente ofendida quando as pessoas não a tratam por Dr.ª. 

Viva os títulos académicos, as universidades de vão de escada, os facilitismos e o Processo de Bolonha!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Estimados fregueses,

Este blog tem, nos últimos tempos, adquirido um cariz altamente fútil.  Ele são posts sobre jóias, sobre vestidos, autobronzeadores, pedicures... Mas V. Exas., pessoas ávidas de estimulação intelectual de ordem superior que procuram neste modesto espaço a plenitude cultural e espiritual, queiram fazer o favor de não desesperar, que o Estórias da Cinderela aguarda em breve a publicação de uma brilhante dissertação sobre o impacto do alho-francês na economia do Burkina Faso.

Gratos pela compreensão, lamentamos desde já o transtorno causado.

A gerência.

Então é isso...!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Pedicure (versão home made)

Deve haver coisas piores para a coluna do que arranjar as unhas dos pés, eu é que assim de repente não me lembro de nada.

Sacrilégio

Acabei de ouvir uma colega dizer que já estava farta de férias e que ao fim de três dias já não sabia o que havia de fazer com tanto tempo livre.

O vestido - o fim da saga

A minha mãe viu-me tão desgostosa que me ofereceu um vestido novo, igual ao outro. É mesmo fofinha, ela!
Ainda assim, continuo com fortes desejos de vingança da costureira.